Origem do café

Origem do café

 

 

Origem do Café, o nascer de uma bebida apaixonante

A planta do café veio originalmente da Etiópia e do Corno de África, onde, mesmo nos dias de hoje, cresce no seu estado selvagem. Contudo, foi no país que agora conhecemos pelo nome de Íemen(anteriormente conhecido como Arábia) que a difusão e propagação das plantações de café teve início.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Algumas autoridades dizem que o cultivo de café terá tido início na Arábia em 575 A.D, não havendo dúvida que já se encontrava extremamente desenvolvido nessa região, por alturas do século quinze, tendo sido a partir daqui que o café começou a sua grande jornada à volta do mundo.

Tal como o chá era um produto ciosamente guardado na China, assim era considerado o café pelos árabes. Os grãos de café são as sementes das plantas de café; quando são descamisados tornam-se estéreis, e somente sob esta forma é que havia autorização para que fossem exportados.

 A rota do café da Arábia espelha, até certa medida, o percurso que a tradição afirma ter sido seguido pelo café, até chegar em primeiro lugar à Arábia. Existe uma história que narra a maneira como os escravos sudaneses foram levados para a Etiópia, quando a caminho da Arábia. Levavam consigo fornecimentos de café, cujos grãos continuavam envolvidos no seu revestimento vermelho, o que os ajudava a aguentar a viagem; e foi assim que os grãos ainda com o seu invólucro foram levados para a Arábia.

 

O Café viaja para o Ocidente e Oriente

Somente em 1718 é que os cafeeiros chegaram, pelas mãos dos Holandeses, à região do Suriname, no nordeste da América do Sul, que rapidamentese transformaria no centro munidal do café. Ao fim de pouco tempo estabeleceu-se a primeira plantação no Pará, Brasil, em 1727, com plantas vindas da Guiana Francesa. Estas foram seguidas por uma variedade diferente, oriunda de Goa, que foi plantada na periferia do Rio de Janeiro. Em 1730, os britânicos introduziram a planta do café na Jamaica, dando início à história longa e fascinante do café jamaicano, Montanha Azul .Então, entre 1750 e 1760, o café começou a ser cultivado na Guatemala. Em 1779, pela mão de Dom Francisco Xavier Navarro algumas plantas foram transportadas de Cuba para a Costa Rica, e em 1790 semearam-se os primeiros cafeeiros no México. Em 1825, foram levadas sementes de uma plantação nos subúrbios do Rio de Janeiro para o Havai, onde o café é cultivado hoje em dia - o único genuinamente americano. Em 1878, a história completou quase um círculo completo, quando as fundações da indústria do café no Quénia foram implementadas pelos colonizadores britânicos, os quais introduziram os cafeeiros na África Oriental Inglesa, que se expandiram em 1901 com a adição de plantas oriundas de La Reunion. Em 1887, os franceses estabeleceram uma plantação em Tonquim (agora Vietname) e em 1896 plantaram-se os primeiros pés de café em Queensland, na Austrália.

 

A Lenda

 Uma das lendas mais comuns é a de um pastor da Arábia (actualmente conhecida como Íemen) ou possivelmente do Egipto, que se apercebeu de que as suas cabras se tornavam mais activas após a ingestão de bagas de café. O pastor relatou a sua descoberta a um abade local que fez uma experiência com os monges, tendo estes concluído que a infusão os ajudava a manterem-se despertos ao longo das orações nocturnas.

 

Origem da palavra

A palavra café deriva do nome em Latim Coffea. Este género de planta pertence à família das Rubiáceas, que inclui mais de quinhentos géneros e seis mil espécies, a maioria das quais cafeeiros tropicais e arbustos.