Mais sobre Chocolates

Mais sobre Chocolates


Origem do Chocolate

O chocolate tem origem na América do Sul onde os índios faziam uma bebida amarga à base de cacau, chamada xocoatl. Após os descobrimentos passou a ser consumido pelas cortes europeias também na forma de bebida. Apenas a realeza e os ricos podiam se dar ao luxo de consumir o caro produto importado.

A primeira chocolateria foi inaugurada em Londres, em 1657. Em 1689, na Jamaica, o famoso médico e colecionador Hans Sloane desenvolveu uma bebida à base de leite com chocolate,  mais tarde vendida aos irmãos Cadbury. É apenas com a Revolução Industrial que o chocolate adquire a forma que hoje lhe conhecemos. A partir daí, o consumo do chocolate foi popularizado e espalhado pelo mundo inteiro.

O chocolate preto é feito com os grãos de cacau torrados sem adição de leite. Deve-se usar um mínimo de 35% de cacau. O chocolate de leite leva na sua confecção leite ou leite em pó, sendo o teor mínimo de cacau cerca de 25%. O chocolate branco é feito com manteiga de cacau, leite, açúcar e lecitina, podendo ser acrescentados aromas como o de baunilha. Inventado na Suíça após a I Guerra Mundial, só foi divulgado nos anos 80 do século XX pela Nestlé.

O chocolate é um alimento muito nutritivo. Contém proteínas, gorduras, cálcio, magnésio, ferro, zinco, vitaminas E, B1, B2, B3, B6, B12 e C. Estudos recentes sugerem a possibilidade de o consumo moderado de chocolate preto trazer benefícios para a saúde humana, nomeadamente devido à presença de ácido gálico e epicatecina, flavonóides com função cardioprotetora. Sabe-se que o cacau tem propriedades antioxidantes. O chocolate constitui ainda um estimulante devido à teobromina, embora de fraca capacidade. O chocolate também possui cafeína e a sua ingestão faz com que o corpo liberte neurotransmissores como a endorfina.